Falando Brasileiro

Fazer música de câmara com flautas doces é transitar no velho e no novo mundo das expressões musicais. No Brasil, a relação com o antigo nos fascina pelo risco criativo que corremos em nossas interpretações de um texto musical. Artisticamente, temos a liberdade que a licença poética nos oferece através do distanciamento do convívio das regras estéticas da música européia. Já a relação com o novo, tem o gosto da vanguarda, do “estar à frente”, abrindo novos cenários para o instrumento estrangeiro, dentre eles, o universo da música brasileira.

Este repertório apresenta o conceito de que só se mantém um instrumento musical vivo enquanto intérpretes fizerem uso do mesmo e, enquanto compositores se interessarem por escrever e arranjar música para esse instrumento ou determinada formação instrumental.

O Falando Brasileiro está recheado de composições originais para flautas doces e de arranjos de melodias consagradas. Algumas obras foram compostas ou arranjadas especialmente para o grupo, fruto do trabalho de parceria que o grupo desenvolve com outros músicos.

Dentre as composições originais, apresentamos uma peça do compositor argentino radicado no Brasil, Eduardo Escalante, que foi composta na década de 70 em meio a efervescência da flauta doce na cidade de São Paulo. Escalante retoma a escrita para quarteto de flautas doces em 2011, dedicando uma peça ao Quinta Essentia quarteto, a qual também incluímos nessa coletânea.

O compositor alemão radicado no sul do Brasil, Bruno Kiefer (1923-1987), afirmava que o “artista deve ter raízes na terra”. Segundo ele, os artistas devem compreender a natureza dos assuntos econômicos, políticos e sociais através dos poetas. Por isso, seus Poemas da Terra, original para flautas doces, é apresentado aqui como um exemplo de texto musical desse compositor.

A flauta doce, com o Quinta Essentia quarteto, fala brasileiro.

Aos compositores que buscam a sonoridade brasileira para as suas composições, e aos arranjadores que buscam o sotaque brasileiro à sua criação musical, eis o exemplar.

Com este novo trabalho, utilizando instrumentos que proporcionam uma “fala”, o grupo apresenta o “sotaque” brasileiro: uma mistura de diferentes ritmos herdados da música africana e da fluente melodia herdada da música européia.

Falando Brasileiro é como o Quinta Essentia nos conta as histórias dessa reunião de poemas musicais nacionais. Desta maneira, o Quinta Essentia divulga música brasileira para flauta doce não-conhecida do grande público, e faz arranjos para o instrumento de peças consagradas, contribuindo para a literatura e prática da flauta doce.

 

Resumo

O Falando Brasileiro está recheado de composições originais para flautas doces e de arranjos de melodias consagradas. Com este novo trabalho, utilizando instrumentos que proporcionam uma “fala”, o grupo apresenta o ‘sotaque’ brasileiro: uma mistura de diferentes ritmos herdados da música africana e da fluente melodia herdada da música européia. Falando Brasileiro nos conta as histórias dessa reunião de poemas musicais nacionais.

Tópicos relacionados