Revoice Magazine

‘An inspiring and distinctive performance’: Quinta Essentia’s Art of Fugue

11/

05/17

Original post: https://www.revoicemagazine.com/issue-4/2017/4/25/review-quinta-essentias-art-of-fugue We were delighted to receive leading Brazilian recorder quartet Quinta Essentia’s latest CD for review in this issue. Summer Alp, a final-year undergraduate student of recorder and baroque oboe at the Royal College of Music in London, reviews the disc for us here... Quinta Essentia is Brazil’s premier recorder quartet. This is their third recording since forming ten years ago (previous discs are ‘La Marca’ in 2008 and ‘Falando Brasileiro’ in 2013), and only the second ever recording of J. S. Bach’s Art of Fugue on recorders (the first is from the Amsterdam Loeki Stardust Quartet in 1998). The recorder consort is uniquely placed to perform this work, which famously does not specify instrumentation. Previous performances and recordin - Leia mais...
English Post

Bach: The Art of Fugue – Quinta Essentia Quartet

04/

04/17

Original post: https://www.hraudio.net/showmusic.php?title=12163&showall=1 Review by Adrian Quanjer - March 12, 2017 This is special in a number of ways. The most obvious one is: more than 81 minutes of recorded sound against 80 minutes said to be the maximum for the CD layer. However, a more important one pertains to the choice of instruments. Before going into that, it’s perhaps useful to realize, though scholars do not agree, what ‘The Art of the Fugue’ is about; what was Bach’s purpose? It is illuminating that Bach did not write the variations for a specific instrument. They were written in so called ‘open score’. This was not uncommon in those days, as long as it gives at - Leia mais...
English Post

Don’t miss our new posts!

05/

07/16

The last Facebook changes lowered the views on facebook pages. Here we show how to continue receiving the FlautaDoceBR news and articles about Recorders! It is very simple 01. Go to our facebook page (click here) and put your mouse pointer over the "Like" button. Captura de Tela 2016-07-03 às 19.24.14 02. Click on "See First". 03. Cick on "All on" Captura de Tela 2016-07-03 às 19.25.51 Ready! Now you will not to miss any of our posts! - Leia mais...
English Post

America Tour: Review at NEIU Independent

14/

06/16

In May and June 2016, Quinta Essentia toured over United States passing over 8 cities in 5 states. There were 7 concerts, and its members offered 8 masterclasses and a speech, also participating at the SAA Conference in Minneapolis and the Whitewater Early Music Festival. About the concert at Northeastern Illinois University in the Jewel Box Series, Quinta Essentia received the review by the NEIU Independent, transcribed below: Recording Bach: Quinta Essentia Jewel Box Original article: http://neiuindependent.org/5875/arts-life/recording-bach-quinta-essentia-jewel-box/ Pablo Medina, Production Manager May 25, 2016 I never hear enough recorder in my life. The same is most likely true for many people, even in kindergarten and music appreciation classes. The Quinta Essentia Quartet from Brazil made that statement truer with their strong perfor - Leia mais...
English Post

From a parent, about studying music

08/

04/16

One of my friends asked "Why do you pay so much money for music lessons, and for so many years?" Well I have a confession to make, I don't pay for my kids' lessons per se. Personally, I couldn't care for it. So, what am I paying for and why? - I pay for those moments when my kids become so tired they want to quit but don't. - I pay for those days when my kids come home from school and are "too tired" to go practice and to lessons but practice daily and go to lessons regularly anyway. - I pay for my kids to learn to be disciplined. - I pay for my kids to learn to take care of their body. - I pay for my kids to learn to work with others - I pay for my kids to learn to deal with disappointment as well as success. - I pay for my kids to learn to make and accomplish goals. - I pay for my kids to learn that it takes hours and hours and h - Leia mais...
English Post

The Art of Fugue album – Presale

31/

03/16

In this year we are celebrating 10 years working on the Brazilian Chamber Music and the Brazilian Recorder Practice, and because of that, we decided to get this great challenge: to record "The Art of Fugue", one of the masterpieces of Johann Sebastian Bach. All the recording sessions are done with the Tatuí Technology University support, and we need your help to finish this great project. To cover printing and finishing costs, you can help us buying the CD in advance to its release. If you like recorder, baroque music, chamber music, and finally, the music by J. S. Bach, or if you simply admire and are following us, we know we can count on you in this project, made just for you, the one whom we share our music, our dreams and challenges. Help us in our 10th anniversary, and receive our best with love! Look at the perks we prepared for - Leia mais...
English Post

How to foster positive experiences in a competition: concerns in preparing a Suzuki contestant

09/

11/15

A Teacher’s Challenge I have taught using the Suzuki method for 17 years, and I always try to supplement the daily lives of my students with information and opportunities related to the recorder. This means that I talk with them about ongoing concerts, courses, events, master classes, opportunities to play with an orchestra, travel—and why not, contests? I know some teachers are against the participation of their students in competitions. I’ve heard a number of comments related to negative experiences of children—and especially of Suzuki students, who are taught about the joy of playing and to respect and encourage other students rather than to compete against them, which inevitably changes as the students become old enough to join a youth orchestra. I began to change my mind in 2001. Before that, I was also mostly against this type of activi - Leia mais...
English Post

An interview with Karel van Steenhoven

20/

09/15

In my last travel to Germany, I had the pleasure to meet this great recorder player, founder member of Amsterdam Loeki Stardust Quartet, a recorder quartet with 30 years of history, he told me about his professional background, his last projects improving the modern recorders, and something about the Loeki's backstage. The entire interview is in English, and can be listened trough this link.   - Leia mais...
Articles English

Terei aulas de flauta doce na escola! Que legal… será?

04/

09/15

Muitas histórias têm chegado a nós, através de amigos, emails ou mensagens, ou mesmo de alunos que nos procuram para fazer aulas de flauta doce, a respeito das situações que acontecem corriqueiramente. Como muitas dessas histórias são recorrentes e a maioria muito tristes devido à falta de conhecimento e dos péssimos desdobramentos, resolvi torná-las públicas protegendo a identidade de seus protagonistas, em uma série de artigos, cada um contendo uma história. Meu objetivo com isso é tentar mostrar a responsabilidade que recai em todos os professores, e que os mesmos assumam esta responsabilidade e com isso possam mudar a sua postura. O professor tem a responsabilidade de formar todas as outras profissões, e mais que isso, ensina valores à sociedade. Terei aulas de flauta doce na escola! Que legal... será? Essa situação aconteceu - Leia mais...
Post

A ilusão do conhecimento

28/

08/15

Galatea das esferasTenho me deparado muitas vezes com os problemas do aprendizado, e pesquisado muito a respeito de como aprendemos algo novo, e quais técnicas podemos usar para melhorar nosso aprendizado, tanto para aprender mais rápido quanto para não esquecer o que já aprendemos. E nesta pesquisa, me deparei com algo muito comum e que nos atrapalha neste processo: a ilusão do conhecimento. O mais surpreendente é que isto acontece em todas áreas do conhecimento, inclusive no aprendizado da música! Sobre o aprendizado Antes, vamos entender o que é aprendizado. Para dizer que sabemos algo ou que aprendemos algo, não basta ter lido um livro ou ter ouvido alguém fa - Leia mais...
Articles

Método Suzuki de flauta doce

21/

08/15

O Método O método utilizado para um determinado trabalho é a linha condutora desse trabalho. É o raciocínio, a forma de proceder, um determinado percurso para alcançar um objetivo. Assim é o método Suzuki de flauta doce. No caso do método Suzuki, o raciocínio é ensinar o aluno a tocar flauta doce da mesma maneira com que aprendemos a falar a nossa língua-materna. No método da língua-materna, um dos pontos principais dessa aplicação é o vocabulário aprendido passo a passo (repertório). Os livros do método Suzuki são coletâneas de repertório, pensado progressivamente. Ou seja, apenas uma parte do trabalho. Para saber exatamente como o repertório deve ser aplicado e quais os resultados alcançados, é necessário que o professor faça cursos de capacitação no método, pois nos livros não há informação de como proceder neste c - Leia mais...
Articles

O que podemos aprender com os outros artistas?

14/

08/15

Na nossa carreira de artista, em cada novo projeto, turnê ou mesmo em conversas virtuais nas redes sociais vamos conhecendo outros artistas pelo mundo. Músicos de diversos estilos, atores, artistas plásticos, designers, escritores, escultores, luthiers, e cada um possui diferentes maneiras de enxergar a arte e o mundo que o rodeia. Nesta constatação de pensamentos diferentes, nos deparamos com algumas peculiaridades que cada linguagem artística alimenta, que pode ser benéfica ou prejudicial à nossa atuação de artista. Isto também acontece em outras profissões, e podemos aprender muito com estas diferenças. Devo limitar este artigo aos músicos eruditos, apenas apontando os pontos positivos que podemos desenvolver ou aprender observando outros artistas de outras linguagens, afinal, este assunto seria suficiente para um tratado de psicologia. - Leia mais...
Articles

Começando a estudar flauta doce – evitando problemas de postura

07/

08/15

Este post é sobre algo básico do estudo da flauta doce e ao mesmo tempo muito importante: A Postura. Sempre encontro problemas graves de postura em muitas fotos e vídeos que professores publicam orgulhosos dos resultados de uma apresentação, de um projeto, de uma experiência musical com flauta doce de seus alunos. O que me faz pensar se esses professores têm uma formação adequada para ensinar o instrumento ou se simplesmente eles não acreditam que a postura seja um aspecto primordial do ensino. Qualquer instrumento musical possui uma postura adequada para a sua execução. A flauta doce, não é diferente! Antes de comentar qual a postura mais indicada para se tocar flauta doce, quero comentar aqui quais os possíveis problemas que uma má postura no instrumento pode apresentar. A postura de como se tocar um instrumento é a base, o elemen - Leia mais...
Articles

Entenda por que flauta doce não é brinquedo!

31/

07/15

A flauta doce não é um brinquedo! Embora encontramos no mercado brinquedos com cara de flauta doce, a flauta doce é um instrumento musical como outro qualquer. A quem diga: "tudo bem!" pagar R$1,99 em um brinquedo com cara de flauta doce, mas desculpem... é um brinquedo, e só! Para quem pretende ter algum contato com o instrumento flauta doce, acho importante estar atento a alguns sinais, uma vez que você pode ser facilmente enganado! Para que não haja dúvidas, vou ter de comparar a flauta doce com um piano, apesar de não gostar de comparações! Não vou fazer isso com o violão, por exemplo, pois esse é parceiro da flauta doce no quesito SEM INFORMAÇÃO! 1. Como saber quando um piano é um brinquedo? Essa resposta é simples, não? Pelo tamanho dele! 2. Como saber quando uma flauta doce é um brinquedo? Oh não?! o tamanho é o mesmo! - Leia mais...
Articles

New website, new blog!

06/

07/15

You are welcome to the new Quinta Essentia's website, with much more information about the group and its more recent works! Very soon, many articles about the recorder also in English. - Leia mais...
Post

A família da flauta doce

13/

04/15

Coleção Frans Brüggen   A flauta doce possui uma enorme família de instrumentos, variando tanto em tamanho quanto em "sub-famílias" ou períodos históricos. Geralmente as pessoas que conhecem um pouco do instrumento já conhecem as flautas soprano, contralto, tenor e baixo, facilmente encontradas em resina. Mas existem muitas outras flautas como podemos ver na foto acima, da coleção de instrumentos históricos do flautista Frans Brüggen, que foi maestro da Orquestra do Séc. XVIII e também professor de flauta doce e traverso do Conservatório Real de Haia, na Holanda. A foto mostra da direita para esquerda: uma sopranino em fá, uma soprano em ré, 3 sopranos em - Leia mais...
Articles

Flauta doce nas escolas

23/

03/15

Sempre que vejo boas performances usando a flauta doce,  me questiono sobre a minha prática e sobre o que posso fazer ainda melhor. Muitos irão dizer que as coisas são diferentes nos países orientais, mas eu respondo com outras perguntas: O que é diferente? Será que as crianças são diferentes? Será que os professores são diferentes? Ou será que a postura dos professores é diferente? O trabalho de flauta doce em escolas regulares pode ser feito com qualidade, basta que o professor tenha objetivos claros, e saiba usar as ferramentas didáticas corretamente. Esta é a orquestra de flauta doce da escola primária de Taichung, em Taiwan. Estes não são alunos de escolas de música, mas de uma escola regular com aulas de música. O que podemos fazer para mudar a situação no Brasil, e alcançar resultados como os apresentados no vídeo? - Leia mais...
Articles

Master Class com Paul Leenhouts

20/

03/15

  Prezados, É com grande alegria que compartilhamos com vocês que Paul Leenhouts (Holanda/USA)  estará no Brasil em Maio deste ano. De 29 a 31 de Maio, ele oferecerá master classes no Centro Suzuki de São Paulo. Paul Leenhouts foi membro e fundador do famoso quarteto de flautas doces Amsterdam Loeki Stardust Quartet, um grupo que modificou o olhar do público do mundo para esse instrumento tão genial. Atualmente Paul Leenhouts é chefe de departamento de Música Antiga da Universidade do Norte do Texas nos Estados Unidos. Inscrições Abertas!   O QUÊ: Master Class com Paul Leenhouts QUANDO: 29, 30 e 31 de maio de 2015 ONDE: Centro Suzuki de educação musical Rua Ambrosina de Macedo, 142, Vila Mariana São Paulo, SP COMO: Informações e inscrições em http://goo.gl/forms/XCQfSbyXYp   Não é permitida a presença de pessoas que - Leia mais...
Post

Empreendedorismo e Flauta Doce

16/

03/15

Foto Divulgação Renata Pereira Alunos do 1º ao 5º ano do Colégio Universitário da cidade de Londrina no Paraná, incentivados pela professora de música Luciana dos Santos Schmidt e pelo projeto parceiro sobre Empreendedorismo e flauta doce, elaboraram uma entrevista para a flautista do Quinta Essentia, Renata Pereira, em homenagem ao dia da mulher. Confira aqui no flauta doce br na íntegra as perguntas e respostas dessa entrevista. Resultado final da entrevista no site do Colégio Universitário  Alunos: Com quantos anos você iniciou seus estudos em música? Renata: Iniciei meus estudos musicais muito cedo, contudo, mais seriamente aos 8 anos. A: Quem foi seu primeiro professor d - Leia mais...
Articles

Renata Pereira, flautista do Quinta Essentia, é agora SAA Teacher Trainer

08/

01/15

Agora o Brasil tem uma SAA teacher trainer de flauta doce. Mas o que isso significa? Isso quer dizer que a Renata agora está qualificada e autorizada pela Suzuki Association of the Americas para oferecer cursos de capacitação de professores em Filosofia Suzuki e todos os cursos de flauta doce. Como isso aconteceu? Foi o reconhecimento pelo trabalho que a Renata desenvolve com a flauta doce e o método Suzuki no Brasil desde 1998. Lecionando e formando alunos na região Sul do Brasil (Joinville/Curitiba) e desde 2005 em São Paulo. Um longo e gratificante processo de  estudo, ensino, pesquisa, aperfeiçoamento e performance. Método Suzuki O Método Suzuki de educação musical como é conhecido no ocidente, é o método de educação da língua materna. Esse método de ensino se tornou conhecido através de Shinichi Suzuki (1898-1998) cujo trabalho - Leia mais...
Post

19º Encontro de Flauta Doce em Ituiutaba/MG

14/

11/14

Encontro de flauta doce em Ituiutaba Nos dias 10 e 11 de Novembro de 2014, o Quinta Essentia esteve em Ituiutaba/MG, como convidado do 19º Encontro de Flauta Doce do Conservatório Estadual de Música Dr. José Zóccoli de Andrade. Foi um grande prazer estar entre um incontável número de flautistas de todas as idades, contando também com a presença de flautistas de outras cidades que vieram prestigiar o evento. Mas não foi sem nenhum esforço para que tudo corresse bem. Tudo começou um dia antes, quando pensamos que o vôo São Paulo/Uberlândia partiria pelo aeroporto de Congonhas, e descobrimos em cima da hora que partiria de Guarulhos. Este deve - Leia mais...
Post

A perda da ingenuidade musical…

06/

10/14

Os 5 estágios da perda A psicóloga Elizabeth Kübler-Ross formulou, em seu livro "On death and dying" em 1969, um modelo das reações das pessoas à perda e ao luto. Tamanha foi sua precisão que este acabou sendo aplicado, com sucesso, aos mais diversos tipos de perdas. São cinco as etapas típicas. Nem todos as experimentam em sua plenitude, sucessivamente, ou mesmo em ordem específica. No caso da perda da ingenuidade musical, conforme vamos adquirindo conhecimento, assistindo músicos geniais tocando o mesmo instrumento que nós tocamos, e experimentando instrumentos melhores, seria algo assim: NEGAÇÃO "Ah, mas isso não faz a menor diferença, é frescura." O flautista, prin - Leia mais...
Post

A flauta germânica

21/

09/14

Muita gente pergunta qual flauta doce é “melhor” ou mais adequada: a barroca ou germânica. Quero esclarecer com este artigo as razões para não utilizar a flauta germânica, nem com crianças, nem com adultos. Primeiro vamos às diferenças: Barroco Germânico A nota fá tem dedilhado de forquilha A nota fá tem dedilhado simplificado Notas como Fá # e Sol # tem dedilhado mais simples Estas notas tem dedilhado mais complexo, e geralmente são desafinadas A flauta possui sonoridade mais equilibrada, e timbre mais aveludado Sonoridade desequlibrada, e afinação ruim Podemos perceber logo de início que aquilo que pode parecer uma vantagem na flauta germânica (o dedilhado da nota fá "facilitado") traz consequências sérias na sonoridade de todo o instrumento, tanto no que concerne à afinação, quanto ao  - Leia mais...
Articles

Diferenças entre flautas de resina e flautas de madeira

08/

09/14

flute resine"A diferença é que uma é de resina e a outra é de madeira!" Esta não é a única diferença, pois se fosse apenas pelo material, não haveria uma diferença tão gritante na qualidade entre elas, afinal a flauta é um instrumento de sopro com tubo de paredes largas. Mas o que faz com que as flautas de resina sejam tão inferiores? Principais diferenças: 1 - Material Vamos começar pelo material, o que é a diferença mais óbvia: as flautas de madeira possuem o bloco de madeira, enquanto as flautas de resina possuem bloco de resina (ou algumas delas nem possuem bloco, pois a cabeça é feita em uma única parte). O bloco da flauta é construído em uma madeira - Leia mais...
Articles

Misiones de Chiquitos – Quinta Essentia na Bolívia

06/

06/14

Festival Misiones de Chiquitos Queridos Leitores! Estivemos loucos de trabalho por aqui, mas agora segue o texto que ficamos devendo sobre a nossa turnê na Bolívia em Abril deste ano. Queremos compartilhar com os leitores do flauta doceBR a nossa experiência de ter participado de um dos mais importantes festivais de música antiga da América latina. Durante o período de 23 de abril a 01 de maio de 2014, eu, Gustavo, Fernanda e Felipe fomos convidados do X Festival de Música Renascentista e Barroca Latino Americana Misiones de Chiquitos.   Com o apoio da Embaixada do Brasil na Bolívia e com o patrocínio da Petrobrás, a nossa participação foi possível e - Leia mais...
Post

Flageolet francês – Redescobrindo o Romantismo

31/

03/14

por Rubens Küffer Flageolet Frances Em dezembro de 2013 tive a felicidade de encontrar em um antiquário búlgaro de instrumentos antigos um flageolet francês, assinado por Martin Thibouville Ainé e datado de 1860. O instrumento estava em pefeito estado e possuía um sistema Boehm de chaves completamente restaurado. Consegui comprá-lo por um preço excelente e, agora, 3 meses depois, gostaria de compartilhar com vocês o que venho lendo, estudando e descobrindo sobre ele. FlageoletUm pouco da história do - Leia mais...
Articles

Devo usar apoio do polegar?

03/

02/14

Apoio de polegar Tenho percebido muitas dúvidas a respeito da posição do apoio para polegar, seu uso, e como isso pode afetar a técnica. Tratarei estes pontos neste artigo, procurando esclarecer cada um deles. Apoio de polegar: Usar ou não usar? As dúvidas começam logo no primeiro contato. Algumas pessoas sentem necessidade do apoio, outras não conseguem se adaptar a ele. Como a flauta doce é um instrumento leve quando comparado a outros instrumentos de sopro, como por exemplo o oboé e o clarinete, o uso do apoio não chega a ser necessário em todos os instrumentos, e isso é causa de algumas discussões.   Em minha experiência, o uso do apoio se torna necessário em i - Leia mais...
Articles

Ouvido Absoluto

06/

01/14

Recentemente li este artigo na revista American Suzuki Journal, a publicação oficial da Associação Suzuki das Américas. Devido à grande relevância do assunto aos flautistas, já que a flauta doce é tão utilizada na educação musical de crianças, pedi a autorização à autora do artigo e traduzi o mesmo, para que todos no Brasil e nos países lusófonos possam ter acesso a este conteúdo em nossa língua materna - afinal é exatamente com a língua materna que o artigo se relaciona. A conexão entre o ouvido absoluto e a aquisição da língua materna Por Jessica Jenkins Davis Adaptação para português: Gustavo de Francisco Seguindo o princípio que "assim como todas as crianças adquirem a habilidade de falar sua língua materna, qualquer criança que for treinada adequadamente pode desenvolver a habilidade musical," Dr. Shinichi Suz - Leia mais...
Articles

A música é a chave do sucesso?

13/

12/13

Encontrei este artigo no site do New York Times, e decidi traduzir e publicá-lo, com o link para a fonte. http://www.nytimes.com/2013/10/13/opinion/sunday/is-music-the-key-to-success.html Opinião: A música é a chave do sucesso? por JOANNE LIPMAN - tradução Gustavo de Francisco Publicado em 12 de Outubro de 2013   CONDOLEEZZA RICE estudou para ser pianista concertista. Alan Greenspan, ex-presidente do Federal Reserve (Banco Central Americano), foi clarinetista e saxofonista profissional. O multimilionário Bruce Kovner é pianista e estudou na Juilliard. Muitos estudos apontam uma correlação entre o estudo de música e o desempenho acadêmico. Mas e sobre como o estudo sério de música pode ter relação ao sucesso em outras áreas do conhecimento? Esta conexão não é uma coincidência. Eu sei por que eu perguntei. Fiz esta p - Leia mais...
Articles

Artigo na revista American Recorder

06/

12/13

American Recorder - edição de inverno - 2013 É com grande prazer que comunico aos nossos leitores que os artigos publicados em nosso blog estão sendo solicitados para tradução em outras línguas! Acaba de ser publicado na edição de inverno de 2013 da revista American Recorder, uma publicação da American Recorder Society, o artigo que postei aqui sobre cuidados básicos com a flauta doce. Este será o primeiro de uma série, que serão publicados na revista americana. Para quem quer ler o artigo na íntegra em inglês, basta acessar o link: American Recorder - basic care E para as pessoas que ainda não conhecem os posts publicados aqui, segue a lista abaixo: P - Leia mais...
Post

Como a flauta funciona

02/

12/13

Como o ar vibra   A imagem acima mostra como o som da flauta doce é produzido. Este vídeo foi produzido por Avraham Hirschberg, na Universidade de Utrecht. Uma explicação detalhada pode ser lida em seu artigo, em holandês, no endereço http://www.flute-a-bec.com/miko-fluit.html. A flauta doce é um instrumento da família dos sopros, da família das madeiras, e como tal funciona pela vibração da coluna de ar dentro do tubo do instrumento. Essa vibração é produzida da mesma forma que em um apito: existe um canal que dirige o fluxo de ar ao encontro de uma parede que divide o fluxo em dois, chamaremos esta parede de lábio, e o lábio se encontra na janela da flauta. Como - Leia mais...
Articles

Não Basta Soprar!!!! Flauta doce para crianças!

31/

10/13

recreio Na edição de 31/10/2013 da Revista Recreio da Editora Abril, a flautista Renata Pereira, do Quinta Essentia quarteto, colaborou com a matéria 'Não Basta Soprar!' dirigida ao público alvo da revista: CRIANÇAS!!!! A matéria ficou bem interessante, vale a pena conferir!!! Apesar da foto não ser de uma criança que de fato toca o instrumento... foto de revista é sempre foto, a mão está trocada, mas continuemos seguindo: mão esquerda em cima e mão direita em baixo! Não Basta Soprar! - Leia mais...
Post

A flauta quebrou!

20/

10/13

A flauta quebrou! Esta semana, tivemos uma surpresa. um aluno chegou na aula triste, com a mãe chateada, mostrando a flauta quebrada. "O que aconteceu?" perguntamos. "Deixei a flauta em cima do sofá, e quando voltei estava rachada e, depois de pouco tempo, quebrada". Acidentes acontecem, e alguns deles podem ter suas consequências minimizadas. Mas deixo aqui registrado para que todos vejam como é importante cuidar do seu instrumento... Recebi esta notícia por telefone, não sabia como estava o instrumento. Apenas me disseram que o pé da flauta havia quebrado em dois. Fiquei imaginando como estaria o local rompido, se a madeira havia entortado (caso comum quando existem tens - Leia mais...
Post

Dicas para escolher o melhor professor

30/

09/13

professor Johann Joachim Quantz Tenho recebido muitas mensagens perguntando coisas como: - Como escolher um bom professor? - Como sei se determinado professor é realmente bom? - Quem é um bom professor? - Com quem devo estudar? Estas perguntas, muitas vezes podem nos colocar numa "sinuca de bico", pois nossa resposta sempre estará vinculada às nossas próprias experiências pessoais, sejam elas boas ou ruins. Por isso, hoje ao reler um tratado sobre música do séc. XVIII, "On playing the flute" publicado no ano de 1752 por Johann Joachim Quantz (1697-1773), encontrei alguns critérios bem imparciais que respondem diversas - Leia mais...
Articles

Escolhendo uma flauta doce – Critérios qualitativos

05/

07/13

Escolhendo uma nova flautaTenho tido muitas oportunidades para experimentar diferentes instrumentos, sejam novos ou usados, de fábrica ou de luthiers, de diferentes modelos e madeiras. Assim, desenvolvi um método pessoal para avaliar instrumentos, que tentarei descrever o critério usado aqui, para que possa servir de guia para quem for comprar uma nova flauta. Temos que ter em mente que ao escolher instrumentos musicais, os critérios mais importantes são os critérios musicais. Vejo muitas pessoas escolherem instrumentos por serem mais baratos, por serem ecológicos, por serem mais resistentes, mais bonitos, por ouvir o vendedor recomendar, por que acompanham o livro ou CD, por - Leia mais...
Articles

Escolhendo uma flauta doce – Passo a passo

29/

06/13

Diferentes flautas Muitos flautistas me perguntam como escolher um bom instrumento, e por isso, decidi publicar quais os critérios que eu uso quando tenho a oportunidade de escolher o melhor dentre um conjunto de flautas. Temos que ter em mente que ao escolher instrumentos musicais, os critérios mais importantes são os critérios musicais. Vejo muitas pessoas escolherem instrumentos por serem mais baratos, por serem ecológicos, por serem mais resistentes, mais bonitos, por ouvir o vendedor recomendar, por que acompanham o livro ou CD, por serem vendidos na loja da esquina ou mesmo em papelarias, mas nenhum destes critérios é um critério musical, nenhum destes critérios vai - Leia mais...
Articles

Intonation – Hunting the myths

03/

05/13

Música das esferas Continuing the previous article on tuning, it is time to look at some of the theory and science behind how we play in tune. In this issue, we will discuss the harmonic series and some his­torical aspects of tuning. To fully under­stand “how” to tune, it is always good to dis­cuss the prin­ciples behind the practical subject of tuning. I have seen many musi­cians who have great difficulty in grasping the “why” of tuning — and, con­sequently, “how” to play in tune. This should be of concern to all musicians — but, with many recorder players, what happens is that they assume that using a correct fingering will automatically produce a note pla - Leia mais...
Articles English

Tuning – Understanding How Pitch Works

28/

04/13

I remember the first years of my musical studies... The teachers all told the students that we must play in tune and always check the tuner. Watching some really stunning chamber music performances on www.youtube.com, I wonder if these musicians learned to play in tune so well just by studying a tuner, looking at its pointer? Is there something else — something secret about pitch? Can anyone play in tune? Remembering back to music school, I regret today not having taken classes in this subject when I was very young, just starting to learn to play the recorder at the age of eight. Nowadays, I see very young pupils, who learn to hear intervals in tune from an early age — and who have no trouble tuning their instruments or playing in tune in a group. But even when we are not so young, we can learn some concepts and parameters that help us play in tune - Leia mais...
Articles English

How should I clean my wooden recorder?

18/

04/13

Flauta Contralto In the first article, about basic care of your recorder, I mentioned the great importance of keeping your instruments clean. However, I did not explain how to clean your wooden recorder, because it requires extra care compared to the process used for the resin or plastic ones. Always keep in mind that it is better to be safe than sorry: if you care for your instruments — keeping them clean, oiled and safe from damage — you will rarely need the techniques described here. When should I clean my wooden recorder? First, we need to know how to tell when a recorder really needs cleaning. After that, we need to know how to best remove each type of dirt. The most common - Leia mais...
Articles English
Flautas secando e escorrendo o excesso de óleo

Should I oil my recorders? What oil do I use and what is the best way to do it?

12/

04/13

This subject is controversial, isn’t it? We have heard a lot of conflicting opinions, such as: Don’t oil your recorders, because the wood is already treated, and the oil could damage the wood; Apply oil on a daily basis, always polishing the recorder using a cloth or piece of leather dampened with oil; Almond oil is the best; Grape seed oil is better, because it is thinner; Linseed oil is better because it won’t make the recorder sticky; Oil can swell the wood, cracking the instrument at the tenons; I always oil my plastic recorders, because player X, who plays in Y ensemble, told me that it is very important!; I don’t use oil, because someone told me that the recorder could ignite by itself; The secret is to use a lot of oil on the foot joint, it improves the sound quality. Obviously I do not to remember everythi - Leia mais...
Articles English

Basic Recorder Care

05/

04/13

recorder parts I have heard recurring questions among recorder players about how to care for the instrument, how to clean it, when to oil it and which oil should be used, what to do when the recorder clogs, and many others. This article is the first of a series dealing with various subjects, to clarify some of these questions. First, I shall distinguish among the recorders themselves, because the care differs for plastic and for wooden ones. All care applied to plastic instruments also applies to wood instruments, unless stated otherwise. Plastic or resin recorders All wind instruments tend to condense water inside when played. This is due to th - Leia mais...
Articles English

ENFLAMA 7 – Inscrições abertas!!!!

18/

02/13

E7flyer   A Sétima edição do Encontro Nacional de flauta doce promete! Já estão confirmadas as presenças de Paul Leenhouts, Adriana Breukink, Quinta Essentia quarteto, Novo Ovo Novo entre outros. Mais informações no site do ENFLAMA 7 O Enflama, Encontro Nacional de Flauta doce, é um evento do Fórum Brasileiro de flauta doce, sendo essa a edição de número 7, a ser realizada na cidade de São Paulo, nos meses de maio e junho de 2013, onde em cinco dias o tema “Excelência na performance: novos caminhos para a flauta doce” será abordado em palestras, textos acadêmicos, discussões, debates e apresentações musicais desse instrumento infinito em suas possibilidades. - Leia mais...
Post

Flauta, Flautinha, Flautão! no Colégio Augusto Laranja em São Paulo

25/

09/12

E QUEM DISSE QUE FLAUTA DOCE É BRINQUEDO???? No último dia 20 de setembro, o Flauta, Flautinha, Flautão do Quinta Essentia quarteto esteve presente na formação musical de crianças do Colégio Augusto Laranja em São Paulo. Conclusão de um projeto que apresenta a flauta doce para as crianças da educação infantil, a apresentação do quarteto fechou com chave de ouro o lindo trabalho de educação musical que vem sendo realizado pela professora Luciana Nascimento no Augusto Laranja. O texto abaixo pode ser visto na íntegra no site do Colégio. www.augustolaranja.com.br Mais informações sobre o Flauta, Flautinha, Flautão! acesse o site flauta, flautinha, flautão! Diretores, coordenadores e professores, leve você também o Quinta Essentia para a sua escola! Entre em contato conosco: quintaessentia@quintaessentia.com.br   A FLAUTA DO - Leia mais...
Post

Inalador ou Exalador?

27/

06/12

fonte: www.adrianabreukink.com por Adriana Breukink tradução: Gustavo de Francisco droppedImage_5droppedImage_6   Durante o estudo nos finais de semana liderados por Brunhilde Holderbach (flautista e especialista neste assunto), eu estudei este fenômeno junto com Bernhard Mollenhauer, Geri Bollinger (Küng) e Anneke Boeke. Nós podemos dividir os flautistas doces em dois grupos: 1. Aqueles que sopram ATIVAMENTE, com energia e FORÇA na expiração 2. Aqueles que deixam o ar fluir pela flauta doce POR SI MESMO, SEM PRESSÃO Aqu - Leia mais...
Articles

Flauta, Flautinha, Flautão! continua…

27/

06/12

O Projeto SESI Arte-Educação continua em andamento até Novembro. Junho foi a vez das escolas de Ourinhos e Tatuí. As crianças ficaram encantadas e fizeram diversas perguntas que as ajudaram a esclarecer dúvidas dos trabalhos de arte realizados nas escolas. Apresentação na escola SESI Ourinhos: Mais importante do que ter aulas de educação musical nas escolas é que as escolas proporcionem momentos de completa interação com a linguagem musical profiss - Leia mais...
Post

Sexta edição do ENFLAMA termina com grande sucesso!

25/

06/12

Quinta Essentia and Paul Leenhouts Concerto de Abertura do ENFLAMA no auditório do MASP em São Paulo - 06/06/2012 Quinta Essentia e Paul Leenhouts Rádio Estadão ESPN - Divirta-se Em 2012, o Quinta Essentia assumiu mais uma vez a organização do ENFLAMA (06 a 10 de Junho de 2012). O desafio do grupo agora era fomentar a prática de conjunto das flautas doces no Brasil. Para isso, escolhemos o tema "Flauta doce e suas aplicações em trabalhos coletivos ligados às práticas pedagógicas ou performáticas" e convidamos o flautista Paul Leenhouts para trabalhar com grupos brasileiros, devido à importância internacional do flau - Leia mais...
Post

Quer formar um grupo musical? Dicas para começar!

24/

06/12

Algumas pessoas têm perguntado qual o caminho para se formar um grupo de música de câmara atuante. Todos sabemos que no Brasil isto não é fácil. Quem possui um emprego fixo sabe também que não é fácil trabalhar para outras pessoas que não compartilham dos mesmos objetivos, e os obrigam a uma relação de trabalho hierárquica. Vou colocar aqui algumas coisas que penso ser importante. Primeiramente, é importante encontrar pessoas que pensem parecido, ou seja, que tenham as mesmas vontades, os mesmos desejos em relação ao trabalho, e que estejam a fim de tocar (exclusivamente). Neste ponto, existem pelo menos duas alternativas em relação aos objetivos: manter um grupo fixo com ensaios regulares (esta foi a escolha do Quinta Essentia Quarteto) ou juntar pessoas para tocar para um único concerto. A primeira escolha poupa muito trabalho qua - Leia mais...
Articles

Flauta, Flautinha, Flautão!

19/

05/12

O Quinta Essentia quarteto estreou, na última quinta-feira, mais uma turnê do projeto Flauta, Flautinha, Flautão! Agora, a turnê acontece no interior do estado de São Paulo com o apoio do SESI. Em dezembro de 2011, o SESI lançou o edital SESI Educacional que contemplou diversos grupos para realização de apresentações didáticas e oficinas nas escolas da rede SESI em São Paulo. O Flauta, Flautinha, Flautão! foi selecionado! Na última quinta-feira (17/05) estreou no Centro Educacional do SESI ARARAS/SP e, no dia seguinte, no Centro Educacional de MOGI GUAÇU/SP - Leia mais...
Post

SOBRE O ENFLAMA – Encontro Nacional de flauta doce

13/

05/12

VI ENFLAMA - Encontro Nacional de flauta doce De 06 a 10 de junho de 2012 - São Paulo Centro Universitário MariAntonia da USP Olá pessoal, Algumas pessoas nos escreveram com dúvidas a respeito do ENFLAMA, vamos esclarecer: 1. O que é o ENFLAMA? O Enflama é um encontro nacional de flauta doce que aconteceu em 2007 em São Paulo na tentativa de reunir presencialmente os flautistas e amantes da flauta doce que participam da lista Yahoo groups Flauta Doce Brasil, antiga máfia da flauta doce. Desde então, o encontro acontece de forma itinerante, em diferentes cidades, com diferent - Leia mais...
Post

ENFLAMA SÃO PAULO – a cidade vai encher de flautas doces

12/

04/12

De 06 a 10 de Junho de 2012, São Paulo vai ficar lotada de flautistas e de flauta doce. Pela segunda vez, a cidade sedia o Encontro Nacional de flauta doce. A primeira edição do Encontro foi em 2007, também em São Paulo, realizado no Instituto de Artes da UNESP. Em 2012, quem sedia este evento é o Centro Universitário Maria Antônia da USP, localizado no bairro Higienópolis. Com a tématica "Flauta doce e suas aplicações em trabalhos coletivos ligados às práticas pedagógicas ou performáticas", o VI ENFLAMA está sendo organizado pelo Quinta Essentia quarteto e contará com a presença do flautista holandês Paul Leenhouts. Paul é integrante de um dos mais bem-sucedidos quartetos de flautas doces do mundo - o famoso Amsterdam Loeki Stardust Quartet - e professor e coordenador do grupo The Royal Wind Music, sendo assim, o profissional mais - Leia mais...
Post

De volta ao flautadoceBR

26/

03/12

Olá pessoal, Ficamos fora do ar por um tempo e agora estamos de volta! Vale a pena contribuir para este espaço! Escrevam para nós: quintaessentia@quintaessentia.com.br Grande abraço, 5E - Leia mais...
Post

flautas doces modernas

19/

10/11

Oi Pessoal, Tenho visto um grande movimento de construtores fazendo pesquisas e começando a vender flautas doces que não são cópias de instrumentos históricos, ou ao menos, não têm esta proposta em mente. Recentemente experimentei alguns destes instrumentos e gostaria de discutir as impressões sobre estes instrumentos e também sobre este movimento. Primeiramente devo citar as flautas quadradas ou "square recorders" que usamos já há algum tempo no Quinta Essentia. Essas flautas foram desenvolvidas pelo construtor Joachim Paetzold (Alemanha) em meados da década de 60, e atualmente é fabricada pelo seu sobrinho Herbert Paetzold (maiores informações em http://www.alte-musik.info/). A flauta mais aguda desta família é a baixo ou basseto em Fá, e a mais grave é a subcontrabaixo em fá (2 oitavas abaixo da flauta baixo). A idéia dessas - Leia mais...
Articles